Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Manos e Minas

Nesta quarta-feira, dia 24, vai ao ar o programa Manos e Minas, do Rappin Hood, com a apresentação da fita mixada Rotação 33. O programa da TV Cultura, que rola a partir das às 19h30, foi gravado no primeiro dia de setembro e contou com a participação do DJ Kl Jay e os MCs Aori, Livia Cruz, Gaspar, Parteum, Max B.O, Kamau, Fator do EG, Flora Matos, Phantom e Indião (Andrômeda), Sombra (ex-SNJ) e De Leve.

Esse foi também o último programa do saudoso Dj Primo, que nos deixou no dia 8 de setembro. A reprise do Manos e Minas com o pessoal da fita mixada Rotação 33 é no sábado, 27/09, uma da manhã. Um parceiro nosso, o Uirá Vital, participou na platéia na gravação do programa e nos contou como tudo rolou. Acompanhe.

Uma amiga me chamou pra um passeio: “Vamos na gravação do programa do Rappin’ Hood?”. “O Manos e Minas?”, perguntei. “É… você já viu?”, continuou ela. “Vi outro dia por acaso na TV…é no mesmo horário daquele do Serginho Groisman”. “Então é hoje de tarde a gravação, vamos?”, convidou empolgada. “Beleza, ‘vamo ae’!”, respondi.

Chegando lá me assustei com a saída do metrô, que dava já na porta do teatro Franco Zampari. De repente, tinha um cara enorme perguntando: “ae véi, você tá na lista?”. “Eu acho que tô…”, engasguei. Depois, disse meu nome e ele me deixou entrar.

Tinha uma galera esperando, vários adolescentes correndo pra cima e pra baixo, uns manos e umas minas do hip hop. As portas se abriram, as pessoas foram entrando e se acomodando. Sentei em um degrau acima da última fileira de cadeiras, junto com outras pessoas.

Antes da gravação se iniciar, uns caras agitaram a platéia e gravaram umas cenas que eles chamam de insert, para usarem depois na edição final. O Dj Primo comandou as pick-ups, os b-boys começaram a dançar nos seus mini-palcos redondos, então a platéia de jovens se empolgou. Finalmente, o mestre de cerimônias da festa, Rappin Hood, apareceu no palco!

Rappin Hood apresentando o Manos e Minas

Rappin Hood apresentando o Manos e Minas

Ele mostrou toda a destreza na condução do Manos e Minas e já foi chamando o Dj Kl Jay, o maestro dos Racionais MC’s, para chegar ao palco. O convidado entrou e fez um som, falou do seu projeto mixtape ‘Rotação 33‘, que aos poucos, como um bolo cheio de camadas de recheios com diversos sabores, foi se revelando a cada convidado que entrava em cena.

Já não lembro a seqüência exata das entradas, mas subiram ao palco Flora Matos e Fator do EG; depois Lívia Cruz e Aori; Kamau e Parteum; e esse recheio foi dando mais gosto de se ver a cada instante… Max B.O, Gaspar e ainda surpreendeu com a aparição do Sombra, ex-integrante do SNJ. Ainda teve o Indião e Phanton, do Andrômeda, e finalizando essa session pros amigos, chegou o De Leve.

O barato foi loco, como já disseram e rimaram algumas vezes! O Manos e Minas acabou numa bela confraternização. Voltei pra casa, meio a pé e meio de trem. Assim, indo à toa por aí, só pensando e lembrando, debaixo da lua.

Anúncios

2 Respostas

  1. tenho aconpanhado alguns programas do manos e minas e queria parabenizalos pelo otimo trabalho ajudando a crescer o hip hop nacional
    gostaria de saber se é possivel outros grupos iniciantes divulgar seu trabalho pelo programa
    desde ja fico grato fmz

    janeiro 15, 2009 às 19:15

  2. eliel de oliveira pereira

    representa,

    setembro 19, 2010 às 22:52

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s