Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Batalha do Conhecimento: sucesso de público em São Paulo

Conhecimento é muito mais do que flowpor Carol Patrocinio

Batalhas de MCs são os poucos lugares que você me veria gritando “ooooow”, levantando a mão e gritando por causa da rima de alguém. Não sei você, mas a capacidade de improvisação que algumas pessoas têm me deixa pasma e me faz voltar a ser criança, torcendo pelo time no jogo de futebol do recreio.

E dessa vez ninguém falou da mãe, fez piada sobre um MC gordinho ou achou que levaria o público a loucura fazendo graça sobre banalidades. A Batalha do Conhecimento veio a São Paulo para provar que freestyle é muito mais do que rima superficial.

Enquanto o berço do rap se leva demais a sério e se impede de rir, os cariocas chegaram fazendo piada sobre política, rindo – pra não chorar – da situação do país e mostrando que humor faz parte, sim, da cultura hip hop. E tudo isso sem deixar de lado o 5º elemento – que sem sempre é levado em conta -, o conhecimento.
Garotos de 15 anos rimam sobre assuntos que caras com muito tempo de estrada têm dificuldade de lidar enquanto dançam no melhor estilo Soulja boy e te fazem perder a linha do pensando na hora de seguir a rima. É a diferença de quem está acostumado a trabalhar o conhecimento. Mais do que uma competição para saber quem é o melhor ‘freestylero’, é um lugar para se refletir sobre assuntos que muitas vezes são silenciados para não arrumar confusão.

Desde cafetinagem até sexo x amor, passando por política, superfaturamente das obras da Copa de 2014, legume e profilaxia – que precisou até de uma consulta nos bastidores pra explicar o que realmente queria dizer a palavra – as rimas de alto nível levaram a plateia formada por gente de SP, Bahia, Curitiba e outros lugares do país, a loucura.

Ginga, flow, marra. Tudo o que qualquer um espera de um MC unido a ideias bem desenvolvidas. Quem gosta de desafios intelectuais – não do tipo cult babaca, mas aquele que faz sua mente trabalhar – teve um prato cheio na noite dessa quinta-feira.

Batalha do Conhecimento por Luciana Faria

MC Marechal prova com a Batalha que é preciso direcionar, mostrar caminhos, dar opções, discutir ideias e lapidar pensamentos. Nem sempre um cara quer rimar sobrepondo palavras com pouco sentido, quem tem o que dizer não precisa ser o mais veloz, o que fala mais alto; quem sabe o que precisa ser dito vai com calma, fala baixo e passa a mensagem.

Quem ganhou? Um paulista, da Batalha do Santa Cruz e do grupo Crewolina, Marcello Gugu. Bairrismo? Não, de forma alguma. São Paulo mostrou que sabe competir, que também tem levada, ginga e, acima de tudo, ideia boa na cabeça. Que mais momentos de união aconteçam e aí sim a voz do rap terá força, porque saberá exatamente sobre o que está falando.

O que é a Batalha do Conhecimento?

A Batalha é um evento em que MCs se enfrentam fazendo freestyle, que teve início no Rio de Janeiro por volta de 2003. Idealizado pelo MC Marechal, o público presente indica palavras para que sejam feitas as rimas de cada batalha e o esquema de seleção é mata-mata; perdeu, saiu.

Além da batalha, rolou no Sesc Pinheiros  a exibição de um filme – dessa vez foi o Profissão MC, de Alessandro Buzzo – e um show – Rashid apresentando seu CD de estreia. Pra conhecer os MCs que se enfrentaram no palco do Teatro Paulo Autran, leia a matéria do Central Hip Hop.

Veja a galeria de fotos feita por Luciana Faria.

Anúncios

3 Respostas

  1. Anderson S.

    O evento de ontem emocionou de verdade, era transparente o sentimento dentro de cada um dos envolvidos na cena. Só podia dar nisso, não só comoveram como enlouqueceram toda a platéia.
    Agradeço ao Sesc, Marechal, A. Buzo, Criolo Doido, Dj’s Mc’s e ao comportamento exemplar de toda rapaziada.
    Enfim, foi um espetáculo digno, com a missão de reerguer o RAP e a moral de todos os que fazem parte desta cena, através batalha do improviso, conhecimento e entretenimento.

    julho 16, 2010 às 23:35

  2. Muito foda, parabéns a todos, em especial aqui ao Per Raps, dando espaço ao que é construído pelo hiphop e não as paradas negativas de outros meios de comunicação.

    julho 19, 2010 às 11:56

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s