Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Quem é J. Cole?

Nasce uma estrelapor Eduardo Ribas

Se você ouviu o último álbum de Jay-Z, The Blueprint 3, então sabe de quem estou falando: J. Cole. Ali pelo meio do álbum, na faixa nove, Jigga anuncia o nascimento de uma nova estrela. Mas se você é do tipo que duvidaria da aposta do Jigga Man, então conheça melhor o MC que promete fazer barulho em 2010.

Dê o play em “A Star is Born”, Jay-Z feat. J. Cole (The Blueprint 3/2009)
http://raps.podomatic.com/enclosure/2010-05-31T12_16_59-07_00.mp3″

Cole, you got a glow like a lil’ Lightsaber / Cole, você tem um brilho igual ao de um Sabre de Luz (A Star is Born, The Blueprint 3)

O jovem nascido na Alemanha, mas criado em Fayetteville, na Carolina do Norte (EUA), não vendia drogas e nem levou tiros antes de ser rapper, muito pelo contrário; é estudioso e formado pela universidade St. John (Nova Yorque). Já fazia algum sucesso na internet em blogs como Nah Right ou Okayplayer, quando teve a chance de mostrar seu talento nos álbuns “Attention Deficit” (Wale), “Blueprint 3” (Jay-Z) e “Revolutions Per Minute” (Reflection Eternal). Dali em diante, a indicação pela já conceituada lista da XXL Magazine como um dos 10 “Freshmen” de 2010, assim como outras participações que surgiram em mixtapes e álbuns, apenas aumentaram as atenções ao nome de Cole.

No entanto, sua segunda mixtape lançada em 2009, “The Warm Up”, deixava claro aos mais atentos que Jermaine Cole faria barulho e teria um futuro promissor. Fã do estilo de rima em storytelling (contar histórias, assim como Mano Brown ou Ogi) e baterias mais limpas e “cruas”, Cole apresenta em sua música menções claras ao melhor do rap da década de 90 com um toque nouveau.

Aos 24 anos (idade que tinha quando lançou sua mix), mostrou coragem e competência na rima usando beats clássicos como “Dead Presidents II”, de Jay-Z (produzido por DJ Ski Beatz) e “Get By”, de Talib Kweli (produzido pro Kanye West), contando sua história com uma sinceridade que anda em falta no mercado norte-americano.

Em “Grown Simba”, uma de suas rimas mais inspiradas, Cole conta que sonhava com um contrato (com uma gravadora) aos 13 anos, que ao contrário dos outros garotos passava seu tempo ensaiando e “como o pequeno Simba, não via a hora de tornar-se o rei”.

Eu produzo minhas próprias paradas, Royal Flush (The Warm Up/2009).

Não bastasse sua qualidade lírica e levada (flow) envolvente, o emcee também produz; e bem. Filho de pai negro e mãe branca, Cole cresceu com influências diversas de grupos de rock de seu lado materno, como Foo Fighters e Red hot Chilli Peppers. A mistura de seu background amplamente variado com o soul e R&B trouxe uma sonoridade particular a seu som.

Fato curioso: em um de seus shows, o rapper e beatmaker usou uma camisa com uma estampa que dizia algo como “Produza para Jay-Z ou morra tentando”, fazendo alusão ao nome do álbum de 50 Cent, “Get rich or die trying”.

J. Cole ainda não produziu Jay-Z, mas viu o fruto de seu trabalho lhe render o primeiro contrato para um rapper pela Roc Nation, selo do Jigga Man, além da participação na tour de Blueprint 3. Seu álbum tem previsão para sair ainda em 2010, mas enquanto isso, o rapper segue em tour com Jay-Z e Jeezy. No meio tempo, pretende realizar uma college tour, dessa vez sozinho.

*Com informaçõe das revista BRM.

Leia mais sobre Blueprint 3, de Jay-Z.
Baixe a mixtape The Warm Up
Ouça “Grown Simba”, “I Get Up”, “Dollar and a Dream II” e “Losing my Balance”.

Mais
Myspace
Site Oficial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s