Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Stevie Wonder comemora 60 anos

Dê o play em “Jungle Fever”, de Stevie Wonder
http://louise91.wrzuta.pl/aud/file/qIkX7WYGcR/stevie_wonder_-_jungle_fever.mp3″

“Ao mestre com carinho” – por Eduardo Ribas

O dia 13 de maio é especial para os apreciadores da boa música. Há 60 anos nascia o gênio Stevland Hardaway Morris a.k.a Stevie Wonder. O Per Raps não poderia deixar essa data especial passar batida sem uma homenagem.

Como falar de uma lenda viva? Com certeza o fato de celebrar seu aniversário sendo que o multi-instrumentista ainda faz performances é incrível, já que a maioria dos gênios e das lendas não chegam a uma idade mais avançada, o que é uma pena.

Falar da qualidade e da importância de Stevie Wonder fica simples, seja por números ou pela sua obra. Ele já vendeu mais de 100 milhões de álbuns e ganhou 22 Grammy Awards – o que corresponde ao maior vencedor na categoria artista masculino solo. Ganhou até um Oscar, pela trilha de “A Dama de Vermelho” (1984) e entrou no Rock and Roll Hall of Fame, em 1989.

Quem não consegue resgatar ali nas primeiras lembranças musicais sons como “I Just call to say I Love You” ou “You Are the Sunshine of My Life”? A essa altura você pode estar se perguntando: como um músico de 60 anos possui uma carreira tão abrangente e com um repertório tão vasto? Além do talento, Stevie Wonder começou cedo, atingindo as paradas de sucesso já aos 13 anos de idade.

Natural de Michigan, Stevie primeiro se destacou tocando sua harmonica (gaita), depois pelo modo que utilizava o teclado e também por sua voz. Fez parte da lendária golden era da Motown, em uma época em que eram lançados artistas como Jackson Five, Diana Ross e Marvin Gaye. Apesar do boom da soul music nos anos 70, década em que o músico teve seu período mais criativo, Stevie Wonder sempre esteve um degrau acima.

Mais tarde, compôs a conceituada trilha do famoso e polêmico filme de Spike Lee, “Jungle Fever” (1990). Trabalhou com inúmeros artistas, de Sting a Lenny Kravitz, passando por Júlio Iglesias e Babyface. Engajado, participou do projeto humanitário USA for Africa, marcando presença no famoso “We Are the World“, de 1985. Em 2010, participou de um concerto para as vítimas do terremoto em Porto Príncipe, no Haiti.

As músicas de Stevie Wonder, além de serem consideradas verdadeiras trilhas sonoras da vida de milhares de pessoas, foram muito sampleadas por diversos grupos de rap, como Slick Rick, Public Enemy, Beastie Boys, De La Soul, A Tribe Called Quest, Tupac Shakur, Coolio, 50 Cent e Jedi Mind Tricks. Recentemente, sua música serviu de inspiração para o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que inclusive usou o som “Signed, Sealed, Delivered I’m Yours” em sua campanha presidencial.

A música de Stevie Wonder inspira e emociona o mundo todo. Esse pequeno resumo mostra uma pequena parte da carreira do mestre da música, que precisaria de um livro inteiro para ter sua história contada. Aliás, foi lançado hoje (13) a bibliografia “Signed, Sealed and Delivered: The Soulful Journey of Stevie Wonder”, mas por enquanto apenas no exterior.

Por aqui aproveitamos a homenagem feita por Ed Motta e KL Jay no Canja, do portal iG. O vídeo mostra dois craques da música brasileira mostrando sua admiração e o lado fã, além de uma performance bem legal.

Parabéns, Stevie Wonder! Vida longa e próspera!

Anúncios

Uma resposta

  1. Pingback: Blog-Blog-Blog da Capitu - Livros, músicas, fotos, sabores » Audiobiografia: Stevie Wonder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s