Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

O Rap é delas: Presença Feminina


O rap não poderia sentir nada menos que orgulho de suas representantes femininas. De norte a sul do Brasil temos notícias de MC’s, Dj’s, B-girls, grafiteiras, assessoras, produtoras, jornalistas e tantas outras que fazem o rap crescer e aparecer. Não sejamos hipócritas aqui de dizer que as mulheres são aceitas sem resmungos de marmanjos, pois sabemos que não. Mas que isso fique lá no passado.

Como moradores da selva chamada São Paulo, eis que temos a sorte de vira e mexe encontrar algumas das MC’s e Dj’s que despontaram como promessas para um brilhante e próspero futuro no rap. Boa parte dessa boa “safra” se apresentará neste sábado: Appeblum (crew de DJ’s formada por Lisa Bueno, Mayra, Simmone, Tati Laser e Vivian Marques), Flora Matos, Lurdez da Luz, Nathy MC e Stefanie. Celebrando essa junção, conversamos, dessa vez, com as rimadoras, para conhecê-las um pouco mais. No papo estão lembranças e o lado humano das MC’s.

Dê o play em Lurdez da Luz com Stefanie, “Andei”
http://raps.podomatic.com/enclosure/2010-03-10T12_04_52-08_00.mp3″

Lurdez da Luz, Flora Matos, Nathy MC e Stefanie

Quatro histórias e um caminho – por E. Ribas

O que elas têm de comum além do fato de serem MC’s? Primeiramente, todas encontraram resistência de familiares ou amigos na hora que disseram que rimavam e que pretendiam levar o rap a sério. Além disso, todas botavam fé no ritmo e poesia e encaravam a música com respeito, acima de tudo. Só que os pontos em comum terminam por aí, já que cada uma tem o seu estilo de rima e suas influências. Daí veio a curiosidade: qual será a primeira lembrança que vem a mente de cada uma delas quando é dita a palavra rap?

“De menina de 14, 15 anos. Era Raio-X do Brasil no walkman e eu na Avenida Tiradentes, puta da vida com o mundo, cantando alto junto com Brown na rua, de calça larga”, recorda Luana Dias, cujo pseudônimo no rap é Lurdez da Luz. Entre as quatro, Lurdez é a mais experiente, tanto pelos seus 30 anos como por suas andanças. Mãe do pequeno Rogê, já gravou quatro discos com seu grupo, o Mamelo Sound System, junto de seu parceiro Rodrigo Brandão. Agora, lança seu primeiro trabalho-solo, cheio de participações gabaritadas e que deverá render shows repletos da brasilidade característica do som de Lurdez.

Já para a paranaense Nathalia Valentini Lissa, também conhecida como Nathy MC, à memória vem instantaneamente as batalhas freestyle nas ruas de Curitiba. A tatuada e estilosa Nathy ralou muito trabalhando em lojas e como hostess de festas até que também passou a fazer parte do hall dos MC’s que conseguiram lançar um CD. Esse álbum, lançado no final de 2009, traz uma espécie de guia dos pensamentos da rimadora e da história de seus 25 anos de vida. Quando perguntada sobre o andamento da carreira, ela mostra empolgação. “Estou feliz com o resultado: músicas tocando nas festas, discos vendendo bem e o clipe em breve disponível”.

Com um ano a mais que Nathy, Stefanie Roberta Ramos da Costa já tem um disco lançado, só que com um grupo, o Simples – junto de Kamau, Rick, Will e Diego. A MC, que trabalha como vendedora, ainda não consegue se dedicar exclusivamente ao rap, mas tem isso como objetivo em sua mente. Das lembranças, recorda de seus primos ouvindo um som que a deixava curiosa, mas que só “pegou” de verdade quando ela foi ao primeiro bate-cabeça. Já adotando Stefanie como seu nome de MC, ela se recorda de um momento marcante em sua trajetória, que aconteceu já faz um tempo. O cenário é de um show com o Simples no interior de São Paulo, a cena se inicia quando uma menina se aproximou para bater aquele velho papo pós-show. “Meu, eu não acredito, minha mãe tinha dito pra eu fazer medicina, minha família me forçando, depois que escutei sua música eu dei outro rumo pra minha vida!”, lembra Stefanie, reproduzindo a fala de sua fã. Realmente a música tem esse poder.

Flora Matos é a mais jovem de todas. Decidida para uns, marruda para muitos que não a conhecem e amável para os que convivem. Apesar de seus 21 anos, a MC é a que possui a lembrança mais remota em relação ao rap. “Quando eu tinha entre quatro e seis anos meu pai me apresentou o pessoal do Câmbio Negro”, recorda. Nascida na terra do poeta Gog, Brasília, Flora vem de uma família que respirava cultura e mantinha a música sempre presente no ambiente. Apadrinhada por ninguém menos que Kléber Lélis Simões, o Kl Jay, Flora veio para São Paulo e começou a mostrar seu potencial na participação da fita mixada Rotação 33. Entre várias apresentações aqui e ali, lançou um CD com a dupla LX e Leonardo Grijó, o Stereodubs, que muita gente considerou uma das pedradas de 2009. Depois disso, pouco se ouviu de Flora, mas ela ainda assim é uma das figuras mais disputadas por produtores, Dj’s e beatmakers.

Sobre as dificuldades enfrentadas no caminho, quem lembra da melhor história é Lurdez. “Meus amigos do rock se voltaram conta mim um bom tempo. Em casa é aquilo: se não tá se prostituindo, não tá na cadeia, tá beleza. Dinheiro não ganhava antes e não ganhei direito depois, mas minha mãe sabe que é uma arte que deve ser respeitada; só preferia que eu fizesse uma faculdade de música, mas viu que rolava um reconhecimento das pessoas”, pontua.

As apresentações deste sábado serão individuais, uma a uma as MC’s mostrarão suas rimas. Das expectativas sobre o show, Nathy MC conta sua parte. “Apesar de cada uma fazer seu show individual, acho legal essa reunião. São todas mulheres que já estão na luta há algum tempo e merecem todo respeito e espaço”. Flora Matos concorda e completa. “Acho maravilhoso que cada uma tenha um estilo particular”.

A expectativa para 2010 é que as mulheres realmente façam barulho. Os lançamentos de Lurdez da Luz e de Nathy MC vêm gerando diversas apresentações para as duas e, provavelmente, inspirando tantas outras a rimar ou lançarem seu próprio disco. Flora Matos segue fazendo apresentações e trabalha em um álbum solo, assim como Stefanie, que acredita no rap, mas sabe que não é fácil deixar de lado um trabalho remunerado por um ideal que, por vezes, parece mais sonho do que realidade.

Registramos um salve para todas mulheres não citadas aqui e que agitam o rap Brasil afora!

Presença Feminina @ Espaço +Soma
Sábado, (13/03), a partir das 18h – Entrada gratuita
Rua Fidalga 98 – Vila Madalena – 11 3031.7945
Shows Flora Matos, Lurdez da Luz, Nathy MC e Stefanie
Discotecagem e turntablism Crew Applebum
Djs Lisa Bueno, Mayra, Simmone, Tati Laser e Vivian Marques

Mais:
Myspace Flora Matos
Myspace Lurdez da Luz
Myspace Nathy MC
Myspace Stefanie

*Props para Luciana “Playmobile” Faria (foto) e Oga “Macário” Mendonça (arte).

Anúncios

12 Respostas

  1. Boa tarde!Pô show o site e a dimensão de informações que possui,o conteúdo é da hora mermo!Abração,Paz,Amor e Saúde,é o RJ na área!

    março 10, 2010 às 18:21

  2. Poliana Sousa_BSB

    Perfeitooo….. Sempre MUITO bom escutá-las!!! Parabéns pelos trabalhos. Adoro
    E mais… as fotos estão lindas! Vcs estão lindas.

    março 11, 2010 às 08:30

  3. queen’s!!

    março 11, 2010 às 10:11

  4. Adorei o post….aqui no ES também terá uma balada em homenagem ao nosso dia o “Coisa de Mulher” , dia 13 a partir das 15h no Centro de Referencia da Juventude em Vitoria com entrada free também, é encabeçado pelo MDA (Mulheres de Atitude) que até dei ideia delas num post passado aqui. Legal ver mais mulheres colocando a cara pra fazer um rap mais coletivo, uma coisa unissex. Quanto mais elas despontam na cena do hip hop mais podemos notar que essa antiga discriminação de mulheres no meio vem diminuindo acentuadamente. Parabéns a todas as minhas que nos representão e sucesso nessa jornada!

    março 11, 2010 às 10:17

  5. Sou de Salvador e estou trilhando esse caminho e estou feliz, pois conheço o trabalho de todas ai e me identifico, parabenizo elas pela atitude e sabedoria. sucesso sempre!

    março 11, 2010 às 13:50

  6. Y.

    Uma mais foda que a outra.. Lourdes da Luz tá no play há anos.. simplesmente muita ideia cabulosa e cheia “de luz”.. Flora, aflora os dias com a revolta e a suavidade feminina.. Stefanie é o rap, sentimento puro e muitas paradas em comum, mesmo vindo de uma mina.. e a Nathy Mc representa cwb em grande estilo, fora as tatuagens muito loucas..

    Peace..

    março 11, 2010 às 18:03

  7. Parabens as meninas ai. Muito legal. Respect.

    março 11, 2010 às 23:59

  8. Só tenho q parabenizar pela matéria e ficar cada dia mais feliz com o espaço que vem sendo conquistado por nós mulheres em todos os apectos, tenho q certeza que milhares de garotas se identificam com cada uma dessas mc’s. Sabado com certeza faço questão de ir e pretigiar esse momento, quecom certeza ficará na memória de todos…

    março 12, 2010 às 10:31

  9. Pingback: Elas são super poderosas – Presença Feminina « It’s All

  10. Isaac Papel

    São raras as matérias interessantes que merecem um comentário…

    as 2 comando selva (natty e flora) são sinistras d+.. Selva Selva Selva, Comando Selva!! rimam mais do que homem, não abrem a boca sobre uma batida ruim e acabam agradando quem tem o ouvido limpo hehehe. máximo respeito !! fazem musica boa, e a flora ainda se joga no dub… fico feliz quando aparece gente assim e ainda são gatas.. pow!! são da rua. rap verdadeiro, real, cru e agressivo. ajuda até a expulsar da cena quem não é real e isso é só pra quem tem o dom.

    e pra cidade ácida… falando em dub, em rap, em rima e talento, graças a deus essa “luz” não se isolou num convento! Pra quem ja abriu as portas da percepção, o som dela acelera o coração.. deixa a cabeça quente e te faz virar crente.. Mamelo sound system é pesadão mas precisa vir passear pelo rio de janeiro…

    nenhuma das 3 eu ouvi ao vivo.. a 1ª vez é sempre inesquecível..

    a stefanie nunca ouvi… mas tudo tem seu tempo certo..

    Parabéns mulherada e que vcs ditem as regras pois talento ja deu pra perceber e muito !

    março 17, 2010 às 11:28

  11. cccccccccccccccccc so deus sabe o que fazer com vc

    julho 12, 2010 às 14:06

  12. o kapeta vale mais que o dinheiro,firmeza malandragem

    julho 12, 2010 às 14:08

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s