Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

A fuga do eixo Rio-São Paulo

Expandindo a visãopor E. Ribas

Apesar do sucesso de alguns representantes do rap, a cena ainda passa longe das massas movimentadas pelo axé, o sertanejo ou o próprio funk carioca. Há também quem diga que nem exista uma cena. No entanto, já é senso comum dizer que a internet vem ajudando os grupos razoavelmente organizados a propagar seus trabalhos para fronteiras mais distantes. E é aí que um paraense conhece o trabalho de um gaúcho, por exemplo.

Se antes as pessoas garimpavam em sebos, hoje procuram ouvir novas músicas em sites como o Myspace e baixam músicas no iTunes. Os artistas por sua vez, procuram primeiro divulgar seus trabalhos nesses lugares, e complementam a ação utilizando as redes sociais da web, incluindo blogs que às vezes são bem interessantes e acabam informando as novidades da cena local.

Juntando a vontade de conhecer propostas novas com a ideia do Per Raps de estar atento a trabalhos que venham de fora do eixo Rio-São Paulo, que começa a se estender a Curitiba, esticamos um pouco as canelas e chegamos a Minas Gerais, a terra do pão de queijo, de Pelé (Três Corações), do Galo, da Raposa e do rap!

O rap de BH, Minas Gerais

Já visitei Minas Gerais, mas não para acompanhar a cena rap de lá. Se soubesse que rolava o Duelo de MC’s antes, teria colado com certeza! Mas desse evento falaremos outra hora. Continuando, o Estado é bem grande, então preferi focar as energias na capital, Belo Horizonte. Por meio do trabalho de Paulo Napoli, a fita mixada Raps de Verão, conheci o MC Gurila Mangani. Antes mesmo de lançar seu trabalho, trocávamos informações e isso permitiu com que eu pudesse observar seus corres e sua evolução de forma mais próxima. E pela qualidade e engajamento com a cultura, Mangani é também um dos destaques comentados aqui.

Só que não poderíamos começar a falar do rap mineiro sem citar o MC Renegado, que já apareceu no blog em outras oportunidades. O rapper teve o clipe do som “Santo Errado” postado, no entanto vale destacá-lo também pela participação na festa Zoeira Hip Hop e principalmente no projeto de novos talentos do Sesc Pompéia, o Prata da Casa.

*Dicas

Gurila Mangani

A primeira indicação é exatamente Gurila Mangani, que lançou no final de ’09 o CD “Amostra”, cheio de beats influenciados pelos dubs jamaicanos que inspiram o MC. Tive acesso à versão promo, que possui 13 músicas com versões alternativas à versão física e “oficial” de seu disco, que chega às ruas neste começo de 2010. Mangani já apareceu por aqui na seção “Não canso de ouvir” e agora ataca com um trabalho autoral produzido, mixado e masterizado pelo próprio MC no Monkey Dub Studio.

Acompanhe o vídeo com a audição do CD “Amostra” em BH no Festival Verão Arte Contemporânea e aproveite para baixar a versão promo do trabalho gratuitamente. Clique aqui.

Blog
Twitter
Myspace

————

Kdu dos Anjos

O segundo destaque é o promissor Kdu dos Anjos; 18 anos, poeta, compositor e curador do Sarau Coletivoz. A carreira de Kdu teve início em 2004, por meio de apresentações com grupos culturais. Seu som é uma junção de rap, sarau de poesia, soul, funk e uma pitada reggae.

Kdu lançou recentemente um CD em parceira com Douglas Dim, vice-campeão da Liga dos MC’s 2009. O álbum tem cara de EP e traz 4 faixas de cada MC, além de dois sons em parceria. O jovem poeta se dedica a seu primeiro trabalho solo com previsão para 2010, após ter se destacado com o clipe do som “Contos de Fadas” (produzido por Gurila Mangani), que foi gravado pelo projeto “Vozes do Morro”, do Governo de Minas Gerais.

Twitter
Myspace

————

Rima Sambada

Pra fechar, a terceira dica é de um quarteto que atualmente deu uma parada nos trabalhos, mas possui uma carreira de responsa: o Rima Sambada. O som do grupo destaca a percussão para dar um toque pessoal (e por quê não tribal) aos beats, sem contar com o trato fino no discurso. Formado pelos MC’s Glênio, Vuks e PDR (que também é beatmaker), além de Heron Zanadreis (Percussão), o grupo apresenta uma fusão de rap, música brasileira e cristianismo, sem pregar de forma exaltada.

Twitter
Myspace

Vale ainda o registro de algumas menções honrosas pra ficarmos de olho:
Simpsom, Castilho, Matéria-Prima, Julgamento, Cubanito, Vuks (Rima Sambada) e Destro.

Achou que fomos injustos e não citamos algum grupo ou MC/DJ que não poderia ter ficado de fora desse post? Comente ou mande pra gente o material no perrasblog@gmail.com

Anúncios

6 Respostas

  1. Mt bom,fico feliz de ver os parceiros da terrinha sendo reconhecidos…
    mas em MG não tem rap bom somente na capital não,em uberaba a parada rola e rola bunitu,conheçam alguns lançamentos do selo sambação ilimitada e baixem de gratis….

    trampos lançados

    Totoin solo – produzindo indo…improvisando ando
    Totoin mix tape pensamentos engroovenhados
    Tretas a parte – Efeito estufa (lançamento 2010)
    EP quarto templo 2007
    Tretas a parte EP 2008
    EP Totoin 2009
    Bazaka solo ep 2009
    pexe
    100talento
    molusco
    lheozotto
    etc… etc…

    alem de outros trabalhos q não são do meu selo,mas de uma galera q representa total,como o eremita,toi,conspiração positiva,2d nois entre outros

    É isso ai,no blog tem bstante material pra quiser conhecer oq rola por aqui,sintam-se em casa e deguste um pão de queijo ao som do rap mineiro!

    http://www.totoin.blogspot.com

    é nozessss

    fevereiro 5, 2010 às 16:20

    • Totoin, agradecemos pelo complemento da ideia!

      Nada melhor do que conhecer a cena com dicas de quem faz ela acontecer. E sim, o rap não existe só em BH, taí a prova.

      Valeu por fortalecer.

      fevereiro 5, 2010 às 16:49

  2. Ótimo post, curti muito o Rima Sambada!

    fevereiro 7, 2010 às 12:33

  3. Também destaco o trabalho do Gurila Mangani ,Mcs Vuks e Destro na Torcida Organizada Galoucura com uma oficina de Mcs. Muito bom e inovador no meio de torcidas.
    Mais informações :
    http://www.torcidagaloucura.com.br

    fevereiro 10, 2010 às 17:08

  4. Sikera

    O per raps tem que começar a sair de SP hein, já estive presente do Duelo dos mc’s sinto que clima do povo é muito bom.
    Faltou vocês citaram o Retrato Radical também , um grupo antigo e q

    fevereiro 17, 2010 às 14:53

  5. Sikera

    ue produzem um trabalho sério.

    fevereiro 17, 2010 às 14:54

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s