Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Linha do tempo do rap nacional (parte III)

Segue a terceira e derradeira parte da nossa linha do tempo do rap nacional, que inclui algumas de nossas previsões para o ano de 2010. Saca só:

2008 – Pouquíssimos lançamentos de discos marcaram o ano. Entre eles, o que mais chamou a atenção foi o primeiro disco solo de Kamau, Non Ducor Duco, que fez parte da lista dos melhores 25 álbuns do ano pela revista Rolling Stone. Aos 45 minutos do segundo tempo, nos últimos dias do ano, o Pentágono veio com seu segundo disco, Natural, firmando o grupo como um dos principais expoentes da nova escola.

Com o disco de Doncesão, chamado Primeiramente, Dj Caíque se firmou na cena rap nacional como um dos grandes produtores do momento, além de liderar o selo 360 Graus Records, que já se mostrou muito produtivo nos primeiros anos de existência, proporcionando diversos lançamentos. Ainda falando de produção musical, o ano foi marcante para a cena de Curitiba, que se mostrou bastante proeminente, com destaque para os beatmakers Dario e Nave, responsável pelo instrumental da música “Desabafo”, do disco A Arte do Barulho, de Marcelo D2, uma das canções mais executadas do ano em todo o país.

O ano marcou também a perda de um dos nossos melhores disc-jóqueis e um dos grandes agitadores da cena nacional, o Dj Primo, vítima de uma pneumonia. Primo era também o Dj residente do recém criado programa Manos e Minas, na TV Cultura, primeiro espaço criado na televisão brasileira desde o fim do Yo! MTV.

DJ Primo

DJ Primo (foto retirada do blog do Jornal do Brasil)

Outros álbuns importantes: RenegadoDo Oiapoque a Nova York; SombraSem Sombra de Dúvida; Projeto ManadaUrbanidades; Enézimo – Um cara de sorte; Subsolo – Ordem de Despejo;

2009Emicida é o nome da fera, o dono de 2009. Ele já começou o ano com o status de “melhor MC de freestyle” do país e, com o lançamento da mixtape Pra quem já mordeu um cachorro por comida, até que eu cheguei longe – parafraseamos aqui o próprio e confirmamos – chegou ainda mais longe. Concorreu a prêmios na MTV, concedeu dezenas de entrevistas (tanto para a mídia alternativa quanto para a ‘grande’ mídia) e fez shows pelo Brasil inteiro. Indiretamente, trouxe fôlego para a cena e teve um papel fundamental para que outros artistas do gênero ganhassem espaço em casas de shows e afins.

Big Ben Bang Jhonson

O rapper MV Bill também teve um ano bem agitado em 2009: lançou o DVD ao vivo com banda Despacho Urbano, além de alguns clipes novos e diversas aparições na grande mídia. Outra novidade que balançou os ânimos dos fãs de rap foi a criação do coletivo Big Ben Bang Johnson, grupo idealizado especialmente para shows ao vivo e que conta com alguns dos principais representantes do rap paulista: Mano Brown, Ice Blue, Helião, Sandrão, Dj Cia, Dom Pixote, Du Bronks, entre outros.

O ano deixou a desejar, mais uma vez, na questão dos lançamentos, com pouquíssimos discos inteiros colocados na rua. A escassez pode indicar também uma mudança de tendências do mercado musical, com a criação e utilização de novos formatos, mas é algo que só teremos a confirmação nos próximos anos. Em compensação, tivemos ótimos videoclipes. O rap acompanhou a tecnologia da alta definição e lançou pérolas como Qui nem Judeu, de DBS e a Quadrilha, Picadilha Jaçanã, do Relatos da Invasão, É o Moio e Multicultural, do Pentágono, Triunfo, de Emicida, Sol, de Slim Rimografia, e O Tempo, do Casa di Caboclo, todos contando com uma excelente produção e se equiparando ao que de melhor existe em termos de videoclipe na música brasileira.

2010 – O fim do ano chegou e, com ele, as promessas de que 2010 será ‘o ano do rap’. Todos os (pelo menos) últimos dez anos foram anunciados por alguém como ‘o ano do rap’ e alguns deles realmente chegaram perto de se tornar realidade. O momento porém, não é dos mais propícios. O rap perdeu espaço nas periferias do país para o funk e o sertanejo, por exemplo, músicas com maior apelo popular. No entanto, a cena se encontra em um momento muito especial, tanto pela sua capacidade criativa, quanto pela sua imagem perante à mídia e à população em geral.

Durante este ano, não foi nada raro encontrar pessoas de estilos totalmente diferentes daqueles que estamos acostumados a ver em shows de rap. O rap está se tornando mais interessante pra muita gente. Porém, o público-alvo, que sempre foi a periferia, se diluiu bastante, e a periferia pouco conhece e acompanha o tipo de música que estamos acostumados a divulgar aqui no Per Raps, por exemplo. Como resgatar esse público? Não sabemos a resposta, mas o disco novo dos Racionais, prometido para 2010 por Mano Brown na entrevista para a Rolling Stone, pode ajudar a formular esse quebra-cabeça.

Fora esse, outros vários discos são aguardados ansiosamente pela cena, muitos deles com potencial para colocar a engrenagem para funcionar a todo vapor novamente. Entre os principais, estão o do RZO, Marechal (RJ), Don L., do Costa a Costa (CE) e um disco póstumo de Sabotage. Mas há muita gente surgindo por aí e a promessa é a de um ano recheado de bons lançamentos.

Nossas apostas?

Ataque Beliz (DF)

Criolo Doido

Gasper (GO)

Ogi

Rashid

Rincon Sapiência

Savave (PR)

Anúncios

16 Respostas

  1. Mateus

    Bacana o post! só faltou falar do Elo da Corrente (2008) e do Projeto Manada (2008/2009).

    abc

    dezembro 17, 2009 às 12:58

  2. Fernando Gomes

    Muito legal o post. Só achei um pecado (rs) não citar estes recentes lançamentos de 2009:

    Elo da Corrente – Sonho dourado da família
    Projota – Carta aos meus
    Flora Matos vs. StereoDubs

    Também acrescento nas apostas p/ 2010 os seguintes nomes:

    Gurila Mangani (MG)
    Versu2 (BA)

    dezembro 17, 2009 às 20:01

  3. mauro

    Rap underground??? PER RAPS

    kkkkkkkkk

    dezembro 20, 2009 às 17:30

  4. Fernando Gomes vai ganhar dinheiro nas apostas dele, hehehehe!

    dezembro 21, 2009 às 01:43

  5. Fabrizio Lok

    Faltou Subsolo, Manada e elo da corrente. Um salve pra galera do Perraps.

    dezembro 21, 2009 às 08:55

  6. Mano EL

    Muito bom, que venha o “ano da vitória”…

    dezembro 21, 2009 às 11:38

  7. Nenhuma mulher….ai….

    dezembro 22, 2009 às 01:50

  8. Sinceramente…Como dá pra levar a sério uma coisa dessas? O Rio Grande Do Sul NÃO FAZ PARTE DO BRASIL????? Olha o que o autor desta parte da matéria escreveu:”…Primo era também o Dj residente do recém criado programa Manos e Minas, na TV Cultura, primeiro espaço criado na televisão brasileira desde o fim do Yo! MTV…”
    COMO É QUE O MANOS E MINAS FOI O PRIMEIRO???? E O HIP-HOP SUL, AQUI DO RS , QUE ESTÁ NO AR DESDE JUNHO/1999, NA TVE DO RS, NÃO É CONSIDERADO??? É QUE NÃO SOMOS DE SÃO PAULO,NÉ MESMO????

    Estou começando a me acostumar com a idéia de que TUDO O QUE NÃO FOR DO EIXO SP/RJ NÃO É CONSIDERADO HIP-HOP, COMO SE NÃO EXISTÍSSEMOS PARA OS OUTROS ESTADOS DO PAÍS.

    Mas tá tranquilo.Já acostumei a ver divulgado O ABSURDO DE DIZER QUE TUDO COMEÇA NA SÃO BENTO,COMO SE NOS OUTROS LUGARES DA FEDERAÇÃO NADA ACONTECIA…

    O pior disso é os fatos sendo mostrados como VERDADES ABSOLUTAS. E uma geração de ativistas e construtores históricos, FORA DO EIXO, sendo esquecidos…

    Mas não dá nada!!!Vamos jogando o jogo!!!!

    Só que, se vocês DE FATO querem ser levados A SÉRIO em suas MATÉRIAS E INTERVENÇÕES, por favor, não sejam ACOMODADOS:PESQUISEM DE FORMA SÉRIA!!!!!!!!!!!!!

    PORQUE TEM MUITA GENTE PREOCUPADA COM OS CAMINHOS CONSTRUIDOS POR ESTA CULTURA NO BRASIL, NÃO SOMENTE ONDE ESTÁ A VITRINE DO PAÍS!!!!!!

    RESPEITEM QUEM VEIO ANTES!!!!

    VOCÊS SÓ EXISTEM HOJE PORQUE FOI NÓS QUEM ABRIU ESTA ESTRADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    NEZZO – Quase 50 na idade, Nascido no SOUL e FUNK dos anos 70 e HIP-HOPPER DESDE O INÍCIO!!!!!!!!!!!!!VELHA ESCOLA ORIGINAL DO SUL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    dezembro 22, 2009 às 10:01

  9. Henrique Meico

    Só nao entendo como nao falaram do Projota. zuadasso isso
    Ces taum loucos!!!!!!!!

    dezembro 22, 2009 às 12:16

  10. Mello

    Muito legal o post. Só achei um pecado (rs) não citar estes recentes lançamentos de 2009:

    Elo da Corrente – Sonho dourado da família
    Projota – Carta aos meus
    Flora Matos vs. StereoDubs
    [2]

    Deviam retratar isso.

    dezembro 22, 2009 às 12:17

  11. fabíola

    ainda bem que você se desculpa no começo, pois faltou um pouco de apuração. mesmo que seja só no eixo rio/sp. mtos mcs de outros estados fazem show aqui como nel sentimentum, flora matos, nathy mc. é muito importante que a história do hip-hop em todo país seja cada vez mais esmiuçada, isso enriquece não só o movimento, mas também a propria musica brasileira. a matéria tá bem legal e essa nova fase do rap, dominada por EPs e mixtapes com o cd ali vendido no lugar do show, reflete bem o espirito independente. tem muita gente de talendo ai na rua fazendo som de qualiade. 2010 pode não ser “o ano”, mas vai fazer do rap cada vez mais forte.

    dezembro 22, 2009 às 22:54

  12. WLN G'S AxBxC

    Gostei muito das 3 partes da materia fez eu me lembrar do passado (Já que curto rap desde de 90!!! nossa já to TIOZINHO rsrsrsr) !!!

    Tem uma galera muito legal surgindo ai no rap a cena ta começando a se erguer denovo está galera do freestyle estão vindo com varios cds bons !!!

    Concerteza um destaque para o ano que vem é o Arnaldo Tifu aqui do ABC paulista que acabou de lançar o seu cd guardem bem esse nome. Mc Marechal tmb merece seu destaque no meio das apostas.

    Valeu galera Paz !!!

    dezembro 23, 2009 às 11:48

  13. ironico

    criolo doido é o piorzinhu ……

    junho 10, 2010 às 11:41

  14. man sei são tudu loko meu pra min tanto faz rashid ,emicida e kamau os mehlores

    agosto 28, 2010 às 23:30

    • Daniel Cunha

      Nóiz é tudu loko memo…

      agosto 30, 2010 às 19:09

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s