Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Confira como foi o show de Busta Rhymes no Brasil

Bsuta Rhymes só faltou fazer chover em Sampa (W. Cerqueira)

“Busta Rhymes em New York, Brasil”– por Wagner Cerqueira

Teve quem desconfiou, mas Busta Rhymes veio ao Brasil e fez o que foi para alguns, o show do ano

O final de ano tá aí, mas por aqui ainda deu tempo de chegarem grandes artistas da cena hip hop internacional. Além do Mos Def, no Indie Hip Hop 09, Trevor Tahiem Smith Jr. aka Busta Rhymes, que se apresentou na antiga Toco, em Sampa. E eu já entrego logo de começo: o show do cara foi SEN-SA-CI-O-NAL!

Mas vamos do começo. Cheguei no pico por volta da uma da manhã, pois estava conferindo o show do Mos Def, em Santo André. Só que lá encontrei a casa aindavazia. Dava até pra contar a quantidade de pessoas na pista. Fiquei meio assim, desconfiado da possibilidade do rapper dar um furo e não aparecer no show. Mas, aos poucos foi chegando um pessoal e a pista acabou até enchendo. Notei que muita gente tinha vindo do show do Boogie Man, em Santo André, e até reconheci alguns rostos.

A New York City Shows, nome da casa onde rolou o show do Busta, visivelmente passava por reformas. E sinceramente, isso não foi tão agradável de ver. Fui esperando uma decoração mais interessante ou, no mínimo, finalizada, sabe? Quem comentou isso foi até o Dj Cia, que comandou a festa com alguns sons clássicos que conhecemos e uma performance digna dos áureos tempos de Hip Hop Dj. Depois de Cia, quem assumiu as quadradas foi Pathy deJesus.

Ainda passaram pelo palco a curitibana Nathy MC, o grupo Guerrilheiros e o Pentágono. Esses últimos aí, tinham acabado de fazer uma participação no Indie Hip Hop, e assim como eu, devem ter corrido pra Vila Matilde. Após rápidas apresentações das bandas, foi anunciada a entrada da estrela da noite. Até esse momento ainda se via alguma desconfiança no rosto de alguns. Até porque a casa não estava lotada, ia acabar sendo quase que um show particular. E pelo nível do som do Busta, até me surpreendi de não ter visto ali as cinco mil pessoas que a casa diz suportar.

Dali pra frente foi música atrás de música, paulada atrás de paulada. O cara não deixava ninguém parar um minuto se quer! E nos poucos segundos de intervalo eram só aplausos, espontâneos claro, nada de “Vâmo aplaudir ae, galera!” ou “Make some motha fuck’n noise fo’ Busta!“. Nem foi necessário.

O rapper lançou em 2009 o álbum “Back on my B.S.”, seu oitavo trabalho. O disco teve participações de nomes pesados como John Legend, Akon, Estelle, Jamie Foxx, Lil Wayne, Mary J. Blige e Pharrell. No show,  a viagem foi dos clássicos até os sons novos, como “Arab Money”, que não é uma das minhas preferidas, mas que teve a coreografia do clipe da música executada por boa parte da galera. Na música “I Know What You Want”, Busta arrancou gritos exaltados da mulherada. O cara saber levar uma plateia como ninguém!

O ponto alto do show rolou quando Busta mandava uma levada rápida e pesada quando – como se tivesse um botão de volume do seu lado direito da cabeça – seu parceiro de palco, Spliff Star, fez uma cara de impressionado com o desempenho do rapper e simulou uma espécie de sabotagem da apresentação. Spliff finge mexer no “botão” e começou a baixar o volume da voz de Busta Rhymes.

No mesmo tempo, Busta, com a mesma pegada que estava tendo, continua cantando, mas baixando a voz até ficar totalmente mudo! Mesmo assim, ainda ficava mexendo a boca como se estivesse cantando naturalmente, sabe? E de fundo, rolava o beat mais que pesado das technics do Dj, acompanhando o baixo volume. (Confira isso no início do video acima.)

Após a galera aplaudir, assoviar e ir ao delírio, Spliff finge aumentar novamente o volume da voz de Busta e assim todos voltam a escutar sua voz, gradualmente, até chegar ao ponto máximo, levando abaixo a casa toda. Uma performance surreal. Realmente incrível. E era visível que tanto o público quanto o MC piraram com o show. A troca de energias foi de outro mundo! Energia e performance que parece ter faltado no ABC paulista, já que foi algo mais intimista, se é que dá pra falar assim.

Pra fechar, rolou até champagne “pra abrir os caminhos” no final do show. Depois disso, Busta e sua banca recolheram suas bagagens e foram direto pro Chile para mais uma apresentação na América Latina. Antes de todos partirem, os promotores do evento já anunciaram as próximas atrações: Akon, em janeiro, e Missy Elliot, em fevereiro. Estarei lá, e vocês?

Você foi ao show do Busta Rhymes? Curtiu? Comente aqui!

Busta Rhymes em São Paulo por Wagner Cerqueira Busta Rhymes em São Paulo por Wagner Cerqueira Busta Rhymes em São Paulo por Wagner Cerqueira

Anúncios

10 Respostas

  1. putz, pena q foi super mal divulgado, eu só soube no dia mesmo. ;~~ qto a missy elliot, sempre quis ver show dela, tô rezando aqui pra que role mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    dezembro 12, 2009 às 15:16

  2. essa apresentação do busta foi ainda menos divulgado que o não-show da kelis em 2008.

    sobre o akon, eu já tinha lido no G1, mas tô completamente surpreso sobre a missy. também quero saber mais sobre esse show.

    dezembro 12, 2009 às 15:34

    • Ficaremos em cima disso. Tendo novidades, anunciaremos!

      Nos resta agora aguardar cenas dos próximos capítulos…

      dezembro 12, 2009 às 15:49

  3. Guilherme

    Tava lah e para mim e outros, que talvez não declararão sua opnião sincera como faço questão de fazer, foi o melhor show de RAP internacional que o Brasil jah presenciou. Alguns não tiveram chance de ver, mas outros estavam tão empolgados com o mos def que preferiram deixar passar batido, assim como algums canais de comunicação que o fãs do hip hop consultam e confiam deixaram passar, meio que fazendo vista grossa ao histórico e importancia do Busta pro Hip Hop… foi uma pena!. Esse show nunca vai sair da memória!, da minha, nem da quem foi e nem da quem por alguma razão perdeu. Wagner não exagera quando classifica a performance de surreal

    Paz a todos…..

    dezembro 12, 2009 às 16:22

  4. Busta é o melhor… tiro o chapéu… rimas nervosas e batidas alucinantes, improvisa no ato sempre vai a diante… PAZ

    dezembro 13, 2009 às 14:51

  5. Estava lá, e tenho a profunda sensação de que nunca verei um show melhor do que este… a não ser que ele volte.

    dezembro 14, 2009 às 16:30

  6. aRi

    Não tive $$ para ir pena ter sido caro, muitos que curtem não puderam presenciar esse show com certeza deve ter sido pesado, putz como eu queria ter ido….

    dezembro 15, 2009 às 15:40

  7. Sikera

    O irmãos não é coritibano, eu sei que vocês ficaram assustados com o que aconteceu aki na Tailândia brasileira na última rodada do brasileirão.
    Mais é assim que funciona a parada aqui, curitibano é da Cidade Curitiba, Coritiba é o time e quem torce pro Coxa é coritibano e não curitibano.
    Beleza só isso mesmo.

    dezembro 16, 2009 às 12:54

    • Daniel Cunha

      Hehe, valeu o toque Sikera, passou batido. Já arrumamos.
      Mas que vergonha essa parada aí do estádio hein…os caras deviam começar a se preocupar com coisas mais importantes, não acha não?
      Abs

      dezembro 16, 2009 às 15:24

  8. NeGO Do GraJaú z/s

    Aeeeh namoral …… fechei meu ano com chave de OURO tiu .. o show do cara foi muito FODA veiooo … ja fui no show do Ja Rule, Chingy-ling .. nem se compara com show do Busta .. ele é o Cara .. sensacional veioooo …. Tudo que esse ,mano escreveu acima .. é pura verdade e mais um Poko .. fui lendo me arrepiando e lembrando do Show Muito Loco

    Um salve pra GeRal …. Diretamente aqui do Grajaú Zona Sul de SP é nois

    janeiro 15, 2010 às 16:16

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s