Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

“Não canso de ouvir” com Dj Tamenpi

Dj Tamenpi no comando do som (Foto de Giordana Moreira)

Dj Tamenpi no comando do som (Foto de Giordana Moreira)

Desta vez, quem aparece na seção “Não canso de ouvir” é o Dj carioca Daniel Tamenpi. Após a polêmica lista do produtor gaúcho Cyber, Tamenpi encara o desafio de mostrar 10 sons que mais marcaram em sua vida. Conhecido por ter sido um dos percurssores da famosa festa Zoeira Hip Hop, no Rio de Janeiro, e depois graças a seu belo trabalho de “garimpo” no blog “Só Pedrada Musical“. Hoje, comparece em diversas festas do RIo e de SP e comanda as pick-ups do grupo A Filial (RJ).

Para quem cometeu o sacrilégio de ainda não conhecer o blog de Tamenpi, saiba que é lá que muita gente conhece ótimos sons novos e das antigas, garimpados com todo cuidado. A partir daí, o que se pensa é que uma lista de 10 discos pode ter sido fácil…ou praticamente impossível de ter sido feita! “Essa foi foda, hein! Não imaginava ser tão difícil separar 10 discos marcantes”, conta Tamenpi. Pronto para conferir a lista? Então vamos lá.

“Como o Per Raps é um blog ligado a cultura hip-hop, vou me restringir ao rap e listar 10 discos, o que já é uma tarefa quase impossível por deixar dezenas de outros clássicos de fora” – Dj Tamenpi.

1. A Tribe Called Quest – “Midnight Marauders”

ATCQ_Mid Mar

A Tribe era cabuloso demais! Unanimidade no hip-hop. Os caras eram muito avançados, em todos os sentidos. Meu disco preferido do grupo é o “Midinight Marauders”, de 93. Com os clássicos “Electric Relaxation”, “Award Tour”, “Oh My God”, entre outros.

2. Nas – “Illmatic”

“Illmatic” tem 10 faixas intocáveis. Gosto muito do Nas. Apesar de achar que seus únicos discos realmente bons são os dois primeiros, o cara tem uma levada sinistra e um timbre de voz que combina com o rap perfeitamente. Um dos discos perfeitos do rap.

3. Gang Starr – “Moment Of Truth”

gangstarr_mot cover

Outro dos discos perfeitos do rap. Gang Starr em seu momento de ouro. “Moment Of Truth” é um tapa na cara. 20 beats de um Dj Premier inspiradíssimo e Guru arregaçando em musicas como “You Know My Steez”, “Work”, “The Militia”, “Above The Clouds” e todas as restantes. Street rap purinho!

4. Mos Def & Talib Kweli – “Mos Def & Talib Kweli are Black Star”

Já que existe a limitação de dez discos, em vez de listar a estréia de Mos Def e do Talib Kweli (que estariam facilmente nessa lista), listo então a parceria entre os dois, que se tornou uma das mais fodas do rap. Mos Def e Talib Kweli juntos é simplesmente imbatível. Acompanhado de produtores galácticos como Hi-Tek, J.Rawls, Da Beatminerz entre outros.

5. Jurassic 5 – “Powers In Numbers”

O disco mais completo do grupo mais enérgico do rap. Jurassic 5 tem um som único e perfeito. Powers In Numbers é o ponto alto da carreira. Infelizmente chegou ao fim, mas quem sabe um dia volta. Quem foi no show do Indie de 2005 certamente jamais esquecerá.

6. Common

Common arregaçou nesse álbum. Na época o cara estava sendo muito criticado e deu a resposta em “Be”. Juntou Kanye West (daquela época… quando ainda fazia rap) e J. Dilla na produção e o complementou com ótimas letras e ótimos refrões. O disco perfeito do novo século.

7. J. Dilla – “Donuts”

Álbum póstumo do melhor produtor de todos os tempos. “Donuts” é emocionante. Muito sentimento e genialidade em 32 beats rápidos e perfeitos. Dilla juntou suas principais influências e fez sua homenagem antes de encontrá-los no além.

8. Q-Tip – “The Renaissance”

Q-Tip voltou à cena no ano passado com seu aguardado “The Renaissance”. Escuto até hoje quase que diariamente. Um disco claramente pensado em todos os detalhes. Um dos trabalhos mais bem feitos do rap atual. Não é à toa. O cara é daquela Tribo Chamada Quest né.

9. Sabotage – “O Rap é Compromisso”

Impossível não citar o Sabotage. Faz muita falta ao rap brasileiro. Mente aberta, sem preconceitos, estava se envolvendo em diversos projetos e levando a cultura hip-hop a nichos diferentes. Seu álbum de estréia é um disco perfeito no rap brasileiro.

10. Mamelo Sound System – “Velha Guarda 22”

mamelodisco_capaAcho esse disco muito absurdo! Produzido por Scotty Hard, que já trabalhou com De La Soul, Wu-Tang Clan entre outros gigantes do hip-hop mundial, a sonoridade é bem brasileira, mas sem clichês. Disco “mente aberta” total. Ainda tem participações de gente como o baterista Tony Allen, as bandas Nação Zumbi e Hurtmold, a cantora Céu scracthes do DJ Primo e a lista ainda cresce.

____________

J-Live no Brasil (parte II)

tamenpi_jlive

Aproveitando que o Dj Tamepi escreve para diversos cantos, incluindo a Revista Trip, a +Soma entre outros, resolvemos pedir para que ele reportasse suas impressões sobre o show em que tocou antes de J-Live. Muita gente havia pedido mais após a publicação da impressão da equipe do Per Raps sobre a passagem do MC/DJ/Produtor/Beatmaker e CEO a São Paulo, pois está ai a chance!

J-Live: Experiência vivida – por Dj Tamenpi

A convite do Per Raps, faço meu depoimento sobre o show do J-Live que rolou no Rio de Janeiro, no último dia 30 de julho.

Pessoalmente foi uma experiência que causou bastante ansiedade. Afinal, sou fã de J-Live desde seu primeiro disco e seria o DJ da noite do show (além dele, claro). Chegando ao Cine Lapa o clima já estava bom. Todos só queriam saber do show do gringo. Muitos amigos e conhecidos. O som da noite foi exclusivamente underground. A seleção sonora foi só BOOM BAP nos ouvidos. Antes do show de J-Live, Iky Castilho e Kamau aqueceram o povo, deixando todo mundo no ponto pra entrada da atração principal. J-Live abriu o show com a música “Don’t Stop” (de seu ultimo álbum “Then What Happened”) declarando seu amor pela cultura hip-hop.

Seguiu com clássicos de seus primeiros álbuns como “Like This Anna”, “Wax Papper”, “Don’t Play” com samples brasileiros, a porrada “The Best Part” produzida por DJ Premier, o reggae-rap “Satisfied” entre outras. Um dos pontos altos ficou na música “Then That’s Not”, conhecida das clássicas noites da Zoeira Hip-Hop, da época que ainda era na Sinuca da Lapa e tocada pelas mãos do DJ Castro. Momento nostalgia estampado na face de quase todos os presentes. O ponto alto final ficou com a música “Braggin’ Writes” onde o DJ/MC mostrou uma técnica invejável fazendo back to backs nos toca-discos e rimando ao mesmo tempo. Cabuloso!!!

Foi uma verdadeira celebração a original cultura hip-hop e fico muito orgulhoso de ter participado de mais essa. Em relação ao J-Live: sem palavras! Humildade total. Tratando todo mundo muito bem. Percebia-se que o artista estava muito feliz em estar participando daquilo. Com maquina fotográfica na mão, tirando fotos dos shows, das pessoas. Um verdadeiro exemplo a ser seguido.

Lembrando, acesse:

http://sopedrada.blogspot.com/
____________
Festa
Luv_Primo

O mês de setembro marca um ano que o Dj Primo nos deixou. Pensando nisso, será organizada uma série de festas* que celebrarão a vida e obra de Primo. A primeira delas vai rolar na Luv, que após essa festa encerrará suas atividades por um tempo para reformas da casa Lounge 69.

No comando da celebração está o Dj Tamenpi, que vai passar pelo Dj Boggie Blind, de NY, e seguirá por caminhos inesperados.Além dele, a primeira dama dessa noite especial, Dj Pathy DeJesus, Grandmaster Pachu, Aori, Augusto (laser tag), MC Rabú e a hostess Camila.

Festa Luv @ Lounge 69
Com os Dj’s Tamenpi, Pachú e Pathy DeJesus.
Produção de Nicole Nandes e Anwonri Sauthon

Endereço: Rua Farme de Amoedo, 50 – Ipanema – Rio de Janeiro/RJ
Horário: 23h/ Preço: R$ 40 (R$ 20 na lista amiga – luvblacklist@gmail.com até às 20h de hoje)
Info: (21) 2522-0627
http://luvbaileblack.blogspot.com/

*Continue acompanhando o Per Raps para mais informações destas festas.

Anúncios

5 Respostas

  1. Rudebwoy R.A.P

    Nada de ser RUDE desta vez….
    Vou mandar o papo reto pois aki ninguém é freguês!
    Conheci o blog de vocês, através do blog sopedrada. como me identifiquei com esse blog, virei leitor….visitava sempre o blog do dubstrong tb (o cara que apresentou o new roots, o dancehall e o dubstep, Respect!), só que ele parou de apresentar as pedras, normal pra quem tem muita coisa pra fazer…
    agora o tamempi a parada é mais em baixo hehehe. quem gosta de escutar musica e não é musico (meu caso) rola a gigante admiração pelos caras que não estão nessa só pra se promover e não esquentam de apresentar os sons bons que existem pelo mundo. O reconhecimento vem na forma de energia mesmo… falou em tamempi vc pode aumentar o som, preparar o do bom e colocar a armadura. me apresentou J Dilla, Elzi, Eric Lau, De la Soul, Ini Kamose, Dezarie…. Max Respeito tamempi. se vier na minha cidade, te dou a chave dela!!! vc é o cara.. esqueci de falar da revista soma que tb foi apresentada por ele. enfim, o cara é shawlin e ainda é do green

    setembro 2, 2009 às 20:16

  2. Uma lista impecável. A minha não fugiria desses nomes. Coisa de Daniel…rs

    setembro 3, 2009 às 15:58

    • Daniel Cunha

      Então a minha também não…hehe

      setembro 3, 2009 às 17:17

  3. Gusta

    Putz… bota aí mais uma nota 10 pra lista.
    E que diferença da ultima hein?!

    Tamempi é sinistro. Acompanho o sopedrada desde sempre.

    É isso…
    Abraços e parabens

    setembro 3, 2009 às 17:50

  4. Você conhece a proposta que poderá isentar a música brasileira dos impostos?

    A PEC da Música está para ser votada na Câmara e pretende dar à música nacional o mesmo tratamento que já é dado aos livros e revistas: isenção total de impostos, no caso para CD, DVD e, também, formatos digitais.
    Contando com o apoio de artistas, músicos e muitos outros, a proposta, já aprovada em comissão especial, vai a plenário. É aí que você pode ajudar muito!
    Sendo o responsável por um site que aborda o tema, é importantíssimo que você divulgue e informe os leitores, a fim de pressionar os deputados a votar a favor da proposta.
    Qualquer dúvida, estamos à sua disposição pelo email: renata@otavioleite.com.br
    Aproveito para parabenizá-lo pelo seu blog!
    Assista ao debate promovido pela MTV há uns dias atrás:
    http://mtv.uol.com.br/debate/videos/mtv-debate-baixar-o-imposto-aumenta-venda-do-cd-clique-e-assista-na-%C3%ADntegra

    O programa CQC também fala sobre a proposta aqui:

    Acompanhe: http://twitter.com/pecdamusica e http://twitter.com/otavioleite

    O que saiu na imprensa sobre a proposta:
    http://www.otavioleite.com.br/pesquisa.asp?q=pec+da+musica

    A íntegra da proposta:
    http://www.otavioleite.com.br/conteudo.asp?proposta-de-emenda-a-constituicao-no-98-de-2007-pec-da-musica-2303

    setembro 3, 2009 às 19:19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s