Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Marcela Bellas: parcerias de respeito

3673523778_ffc2bc89da_b

“O resultado deu samba e ficou Rap”por Carol Patrocinio

É bem possível que você nunca tenha ouvido falar sobre Marcela Bellas e até torça o nariz ao saber que ela é uma cantora de MPB. Agora é a hora que você se pergunta por que um texto sobre alguém assim no Per Raps. E a gente te responde: porque Marcela Bellas junta tudo e faz música boa. No fim, é isso que importa, não é?

Um dos primeiros shows da baiana em São Paulo rolou na Livraria da Esquina, mesmo lugar que rolou a festa do blog, e duas participações especiais foram acrescidas ao som sem nenhum plano anterior, tudo aconteceu na hora, naturalmente. Os caras convidados para subir ao palco foram Kamau e Emicida, velhos conhecidos aqui do Per Raps.

Os dois MC’s conheceram o trabalho de Marcela por causa do Myspace – “Ouvi, gostei de algumas faixas e comentei que se ela tocasse “Por Favor”, eu iria ao show. Ela disse que ia tocar e eu fui”, comenta Kamau. No show seguinte, Emicida também compareceu: “Perdi uns dois shows e num terceiro, numa quarta-feira, eu colei e fui abençoado com uma apresentação dela”.

Nesse mesmo show os dois fizeram uma participação. “Foi inusitado pois estávamos lá apenas pra assistir. Era minha segunda vez no show dela e a primeira do Emicida. O produtor dela, Fernando Montanha, perguntou se a gente faria uma rima num som que tem um rap no disco (“Esse Samba”). Aceitamos, se tivesse como irmos pra casa depois, já que a condução acabaria. Eles arrumaram um jeito e a gente participou”, comenta Kamau. Emicida também ficou surpreso: “No meio do show eu já vi os cara posicionando os microfones olhando pra gente e convidaram de surpresa. Subimos e fizemos uma sessão, foi legal pra caralho”.

E então, agora ficou interessado em conhecer um pouco mais do trabalho dessa baiana que está fazendo diversos shows em São Paulo? A gente bateu um papo com ela, dá uma olhada.

Per Raps – Quando começou o interesse pela música?

Marcela Bellas – Ainda na infância, desde que comecei a falar. Adorava cantar. Cantava tudo o que ouvia e aprendia. Para mim, naquela época, todas as músicas eram de Roberto Carlos. Ele aparecia na televisão e era a imagem que eu tinha de um cantor. Minha avó conta sempre uma história que quando me perguntavam o que eu queria ser quando crescer eu dizia: ‘Roberto Carlos’ (risos).

Per Raps – Quais foram suas influências?

Marcela Bellas – Sempre ouvi muita música brasileira, com certeza esta é a minha base. Ouvia de tudo: Novos Baianos, Ademilde Fonseca, Secos e Molhados, Caetano Veloso, Dorival Caymmi, Chico Buarque, Gal Costa, Cazuza, Maria Bethania, Paralamas do Sucesso, Gil, Olodum, as músicas do carnaval da Bahia… Acho que o que me influenciou foi justamente essa diversidade.

Quando eu ouvi o rock dos Beatles e trip hop inglês do Portishead, cheguei à sonoridade que faltava pra mim. Toda a qualidade do som produzido lá fora, dos timbres de guitarra, o recurso da música eletrônica… Tudo influencia. O cotidiano, os sentimentos, o tempo.

Cada vez mais venho descobrindo sonoridades e me identificando com elas, como o Reggae e o Dub, que demorei um pouco mais pra assimilar, mas que têm me inspirado bastante; o Rap entrou na minha música de uma forma muito natural. Em casa já estou até arriscando umas rimas (risos).

3672741097_a2fec8abf2_b

Per Raps – Como você conheceu o trabalho do Emicida e do Kamau? Por que eles foram os escolhidos para participar do seu show?

Marcela Bellas – Conheci os meninos através do Myspace. Fiz o lançamento do álbum ‘Será que Caetano vai gostar?’, que está disponível para download no site e no Myspace e Kamau já tinha escutado por lá. Ele me escreveu e disse que se eu fosse cantar “Por favor” (música preferida dele do meu disco), iria no show. Eu respondi ‘com certeza’ e eles foram! Depois do show ficamos conversando e aí rolou aquela energia! Em seguida fiz um show na Livraria da Esquina e eles estavam lá. Chamei os dois para subir no palco e foi muito legal! Tem sido uma troca maravilhosa, eles são muito bons, já virei fã!

Per Raps – Por que a escolha do Dj KBça para participar do disco?

Marcela Bellas – Quando vim para São Paulo, no começo do ano, morei um tempo na Pompéia e KBça era meu vizinho. Ele passava o dia todo tocando Black music (risos) e produzia umas coisas de Rap com Lucky (Poesia gangster). Mostrei o disco a ele (KBça), que se interessou em fazer um remix da música “Esse samba”. Depois convidei Lucky pra entrar na brincadeira e o resultado deu samba e ficou Rap (risos)!

Per Raps – Qual a sua ligação com o Rap?

Marcela Bellas – A minha ligação com o Rap vem primeiro da admiração. Assim como o Reggae, Rap pra mim é uma luta de paz, é a expressão do povo pela igualdade social, pelo amor, pela fé. E essa também é a minha missão como artista. Ritmo e poesia fazem a minha cabeça!

Per Raps – Quais são seus artistas preferidos do gênero?

Marcela Bellas – Racionais MC´s, Kamau, MV Bill, Rappin’ Hood e Emicida… Não sou uma grande conhecedora do gênero, mas tenho a impressão de que essa lista ainda vai crescer bastante!

_________

E o que essas incursões musicais podem trazer de bom ao rap? Kamau acredita que, como o rap sempre teve fontes variadas de boa música, essas parcerias agregam valores musicais e pessoais ao som e “apresenta nossa música para pessoas que talvez demorassem pra chegar até nós e vice-versa”.

Emicida crê que as parcerias agregam não só ao rap, mas aos outros estilos também. “O que não pode haver são pessoas achando que estão fazendo favores ao rap, porque o rap não precisa de favores”, completa. O MC conta que o caso da parceria com Marcela foi bom por ter acrescentado – “Foi uma sessão bem ‘louca’ de rima, uma parada tipo partido alto, improviso, ‘nóiz’ com a banda, com o público. Parcerias sempre são boas quando há respeito de ambos os lados”, finaliza.

Nesta quinta (16), Marcela Bellas participa do show do Mão de Oito ao lado de Kamau e Emicida

maodeoito
Mão de Oito @ Studio SP

Local: Studio SP – Rua Augusta, 591 (Centro)
Entrada: Homem/R$ 25,00 ou R$ 15,00 com nome na lista
Lista: studiosp@studiosp.org

E a sua opinião, qual é? As parcerias são positivas para o rap? O que achou do som de Marcela Bellas?

Anúncios

5 Respostas

  1. juliana

    Achei a sonorizadade muito bacana. Poxa, as ‘interferências’ de kamau e emicida ficaram incríveis, com certeza devem continuar com as parcerias.

    abco!

    julho 15, 2009 às 23:59

  2. Minha conterrânea… muito legal ver gente daqui se dando bem em qualquer lugar do mundo, já que aqui parece ser tudo mais complicado.

    Ai Marcela, vou add no myspace, se der confere lá… http://www.myspace.com/versu2

    Longa vida ao Per Raps!

    Um só…

    julho 16, 2009 às 00:27

  3. Sua voz sozinha ja é uma boa música, junto com a excelente instrumental vira boa música 2 vezes.

    Quer conhecer RAP ? Ouve o som da melhor cidade(Guaramiranga) do Ceará

    http://www.myspace.com/OTRAFACE

    Bjão Marcela (realmente)Bellas.

    julho 17, 2009 às 07:49

  4. Boa mistura! Ela canta bem, a banda faz um som bem “gingado” e as participações dos meninos casaram muito bem.
    E to gostando de ver as meninas do Perraps! Nathalia Leme e Carol Patrocinio tão mandando muito bem, é isso aeee!!!
    beijão

    julho 20, 2009 às 03:05

  5. 13amigas13

    Mto massa! Adorei o som de marcela com os meninos!

    julho 24, 2009 às 18:32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s