Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

A febre do plástico / Dia do Grafite e mais

michael-lau-nike

Toy Art de Michel Lau

A febre do plástico – por Nathália Leme

Em 1997, Michael Lau, um pintor e designer de Hong Kong foi chamado por amigos de uma banda para criar a capa de seu novo CD. Lau decidiu customizar alguns bonecos dos Comandos em Ação para deixá-los parecidos com os integrantes da banda e depois fotografá-los.

A banda não estourou, mas esse foi o “boom” da Toy Art. Daí em diante, a novidade que mais tarde seria chamada de arte contemporânea conquistou seguidores, primeiro entre jovens descolados de Hong Kong e do Japão e depois entre o pessoal de moda, música e arte na Europa e nos Estados Unidos.

Uma verdadeira indústria começou a entrar em movimento e envolveu artistas, ilustradores e grafiteiros, entre interessados e colecionadores, que já não eram poucos.

Os primeiros toys, criados por Lau há oito ou nove anos, hoje são considerados itens de colecionador: vendidos inicialmente por 20 doletas, hoje chegam a valer mais de 10 mil verdinhas. Segundo Nina Sander – proprietária da primeira loja brasileira especializada no segmento, a Plastik – toy art é algo muito acessível. “Dá para começar uma coleção com um boneco de 30 reais”, diz. Nina descobriu a toy art em 2001, numa viagem para Nova York. Colecionadora nata, logo aderiu à tendência.

michael_lau

Michel Lau, o criador do Toy Art

O movimento já tem adeptos no país, como o arquiteto Marcelo Rosenbaum (que além de fã dos toys, desenhou a loja Plastik) e o apresentador e músico João Gordo, por exemplo.

As peças também conhecidas como urban vinyl, (como é chamado o movimento nos Estados Unidos) tem pouco em comum com os brinquedos convencionais. E nem são feitos para isso. Em geral, trazem uma boa dose de subversão, humor e ironia.

O movimento conquistou marcas de prestígio, como a Chanel, que fez uma vitrine de toys em sua loja em Paris, a Nike, que contratou Michael Lau como garoto-propaganda, e a Levi’s, que chamou artistas de toy art para customizar jeans.

toys2

No Brasa, o movimento só está começando, e de forma artesanal. Já existem marcas dedicadas aos bonecos como Tosco Toys e Sincrônica, além de artistas, como os da galeria Choque Cultural, em São Paulo.

E já que estamos falando de arte urbana, como não poderia ser diferente e para não perder o costume, atenção grafiteiros: hoje, dia 27 de março, pegue sua latinha e vá comemorar o Dia do Graffiti na rua!

________________________________

Free Art Fest

2ª edição do Free Art Festival acontece começa hoje (27)

2ª edição do Free Art Festival acontece começa hoje (27)

Começa hoje a segunda edição do Free Art Fest, evento que expõe e distribui obras de arte de artistas do mundo todo, gratuitamente. Os locais das exposições são públicos, privados, legais ou ilegais. Criada pelo artista Gejo, foi lançada pela primeira vez no Brasil em 2008, com organização da Revista Elementos e Cidade Escola Aprendiz.

No primeiro evento da América do Sul, o tema foi a exposição mundial de Free Art “It’s Yours Take It!” e foi realizado no Beco da Vila, local tradicional do Graffiti paulistano e artistas em geral na Vila Madalena. Nesta segunda edição, com o tema “Dia do Graffiti”, a exposição sai da Vila Madalena e sobe para os Jardins – de espaço público entra para dentro da galeria de arte – mas com o mesmo propósito, ARTE PARA TODOS!

Datas:
27 de março (sexta) – das 18h às 21h – (exposição até as 20h, em seguida distribuição de senhas e entrega das obras até às 21h)
28 de março (sábado) – das 11h às 15h – (exposição até às 14h, em seguida distribuição de senhas e entrega das obras até às 15h)

Local: Mônica Filgueiras Galeria de Arte – Rua Bela Cintra, 1.533 – Jardins Organização: 9370, Mônica Filgueiras Galeria de Arte e Revista Elementos
Mais informações: 0xx(11) 7508-5800 / 3783-2443 –

mail: freeartfest@revistaelementos.com.br

Acesse:
www.flickr.com/freeartfest
www.revistaelementos.com.br
www.9370.org

www.flickr.com/gejo

_____________

Dia Nacional do Grafite

streetO iGstreet publicou hoje um texto que explica melhor o Dia Nacional do Grafite. Acompanhe um trecho abaixo:

“Você sabia que hoje é o dia mundial do grafite? Essa data existe há 21 anos e é uma homenagem ao artista plástico etíope, naturalizado brasileiro, Alex Vallauri. O cara dedicou seus anos de vida para espalhar obras de artes grafitadas nas paredes da cidade de São Paulo e de Nova York.

Em 27 de março de 1987, infelizmente, Alex deixou apenas lembranças, sendo uma das vítimas da Aids. Um ano após sua morte, esse dia foi instituído. O trabalho de Vallauri inspirou diversos artistas e tornou a arte do grafite mais conhecida e respeitada no país.”

E ainda tem uma entrevista com o Paulo Napoli, sobre o lançamento do Raps de Verão Vol. 3.

“iG Street: Hoje é o dia nacional do grafite e essa é uma arte que tem bastante ligação com o rap também. O que você acha de uma data como essa?
Paulo Napoli: Acho que falta o dia do rap, do DJ e do Breakdance.”

Leia a matéria na íntegra no iGstreet.

Anúncios

3 Respostas

  1. Naty

    Da horaaaa.

    e o resultado da promo,não seria hje?

    março 31, 2009 às 01:10

    • Naty,

      Sai hoje, sim! Logo mais teremos um novo post e nele você encontrará o nome do vencedor(ra).

      Valeu!

      março 31, 2009 às 02:10

  2. Natiele

    HUmm então belez…skaks..foi mal ae.

    março 31, 2009 às 16:37

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s