Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Pentágono – Natural (2008)

Capa do disco Natural, do Pentágono, lançado em dezembro de 2008

Capa do disco Natural, do Pentágono, lançado em dezembro de 2008

Clique aqui antes de ler o post:
http://raps.podomatic.com/enclosure/2009-04-03T18_26_45-07_00.mp3″
Pentágono, “É o Moio”

Você que acompanha o Per Raps deve ter percebido que comentamos aqui algumas vezes que o rap brasileiro andou com o freio de mão puxado em 2008. Pois é, realmente, esse ano não foi dos melhores. Tivemos alguns bons lançamentos, como o disco do Kamau, por exemplo, que foi eleito um dos 25 melhores álbuns do ano pela respeitada revista Rolling Stone, mas ficou o sentimento de que muito mais poderia ter acontecido.

Porém, quando todos já depositavam suas esperanças em 2009, eis que surge a ave fênix: no dia 20 de dezembro, o Pentágono colocou à venda nas lojas das grandes galerias, no centro de São Paulo, o disco que já era esperado por seus fãs há mais de um ano, Natural. Depois de muita luta e problemas com a distribuidora, finalmente podemos falar sobre esse álbum, que, devido a toda essa espera, tem até música entre as mais tocadas nas festas de rap do país.

A pergunta…valeu a pena esperar?

Valeu.

E muito.

Se desse tempo (e se o rap fosse levado mais a sério), seria obrigatório que Natural também participasse dessa lista da Rolling Stone e de diversas outras divulgadas pelos meios de comunicação neste final de ano. A evolução do trabalho do grupo formado por Rael da Rima, Apolo, Massao, M.sário, Dodiman e Dj Kiko, desde o disco Microfonicamente Falando, é impressionante. A maturidade alcançada nos beats, nas letras, levadas e entrosamento dos MCs coloca o grupo como grande expoente dessa nova geração de grupos e artistas de rap no país.

Rael da Rima, M.sário, Dodiman, Dj Kiko, Massao e Apolo

O time (esq. pra dir.): Rael da Rima, M.sário, Dodiman, Dj Kiko, Massao e Apolo

Com Natural, o Pentágono aprendeu ainda a utilizar o seu grande trunfo e maior diferencial em relação a outros grupos do Brasil: a voz de Rael da Rima. Às vezes MC, às vezes cantor, Rael toma conta dos refrões e, a cada um deles, aproxima mais o rap de todos os outros estilos musicais, se utilizando de belas melodias, proporcionadas pelos seus ótimos recursos vocais. Reggae, samba, soul…tem pra todo mundo.

A maioria das produções ficou por conta de Apolo, que no disco e nos seus últimos trabalhos com outros MCs, assina como A.G.Soares. E produção no sentido literal. A.G.Soares vem se revelando não apenas um grande beatmaker, mas também um músico de mão cheia, tocando diversos instrumentos por todo o disco e ainda ficando responsável pela mixagem e masterização de boa parte dele. Os beats variam bastante no estilo, mas a pegada dancehall, com um BPM acelerado, é bastante presente por todo o disco.

São vários os destaques dentre as 14 faixas do álbum. Natural, música-título e a primeira do cd, já mostra a que vieram os seis integrantes do grupo neste trabalho. Com rimas dos cinco MCs, o tema varia entre todos os sentidos da palavra “natural”, com levadas furiosas de todos, principalmente de Massao e Rael, que impõe um estilo mais voltado ao ragga. Em seguida, a já conhecidíssima É o Moio, faixa que já está no ouvido e na boca da galera há um bom tempo e dispensa apresentações.

“Tive um presságio, talvez que essa vai tocar na rádio…” é o tema de Presságio, que tem participações de Slim e Kamau, e se encaixa bem no estilo do disco. Musicalmente, principalmente pelos refrões e trechos mais cantados, esse trabalho pode ser considerado bem comercial. No entanto, em momento algum isso se reflete em algo negativo, tanto nos beats quanto nas letras. Os temas e a forma como são abordados seguem a linha inicial do grupo e de toda a cena alternativa, incentivando a reflexão sobre os problemas e vitórias de todo ser humano.

Outras faixas que chamam a atenção são Se Mova e Assim Seja, com dois belos refrões de Rael e, na última, flows contagiantes de M.sário e Dodiman principalmente, além do ótimo instrumental, bem pra cima e com um lindo sample de flauta na parte final. Do Senhor ainda traz uma bela mistura com samba, assim como o grupo fez com Abre Alas no primeiro disco e, mais uma vez, arranca elogios pelas melodias de Rael da Rima.

Por fim, a música Swing também merece atenção especial pelas ilustres participações – Emicida, Max BO e o carioca Marechal – mas, principalmente, por um dos últimos beats produzidos pelo imortal Dj Primo, numa pegada bem funkeada e marcada por claps. “Tem que ter swing, mané…”

Esse é o Pentágono

Cinco pontas de rap.

Cinco pontos pro rap.

Ps.: Agradecimentos a jornalista Flávia Durante, blogueira de longa data, que destacou o Per Raps como um dos blogs que ela mais curtiu em 2008! A notícia já é antiga, mas ainda vale a observação! Acompanhe o post que ela fala sobre isso no Blah Blah Blog. Valeu pelo reconhecimento!

Anúncios

10 Respostas

  1. Fabrizio

    Porra e o Manada? E o Subsolo? E o Caligari? 2008 foi foda, tio!!

    janeiro 16, 2009 às 23:51

    • Daniel Cunha

      Fala Fabrizio…

      Foi o que falamos, “alguns bons lançamentos”, e só citamos o Kamau como exemplo. Assim como você citou esses aí, que realmente foram muito bons, poderia citar mais alguns…

      Só esperamos que, em 2009, possamos falar de ‘vários’ bons lançamentos…10, 20, 30 bons cd’s de rap nacional lançados, com casas de shows abertas para o rap e mais apresentações de todos…

      Por que não sonhar mais alto?

      Abraço

      janeiro 17, 2009 às 17:04

  2. É verdade que o ano de 2008 não foi o “melhor ano” para o Rap Nacional, porém podemos dizer que a cada ano que passa o rap vai ganhando um pouquinho mais de espaço,seja nas radios( esses dias ouvi na transcontinental aqui em sp a musica Vida do Kamau),programas de tv (seja o D2,seja o Tulio Dek,Cabal ou qualquer outro “rapper”,o rap vai ganhando com isso) e revistas ( exemplo ta ai,da Rolling Stone).O que falta ao rap nacional??

    Acho que o proximo Boommmm do Rap será
    (novamente) os Racionais …Mas nosso underground ta ai né? Espero que melhore pra nóis( ou nóiz ).
    O ano de 2008 não foi bom, mas 2009 chega com bons lançamentos e boas promessas: Sombra, Pentagono,D2,Emicida,Criolo Doido,SubSolo,De Leve e quem sabe o Racionais…
    Valeu

    PAZ

    janeiro 19, 2009 às 12:53

  3. Gorila Urbano

    Se por um lado nao teve muitos lançamentos, esse ano teve bastante eventos de rap em todo o Brasil. A situação nao é pra desanimar, pois graças a DEUS/Jah/Alá/Buda/Khrishna/Orixás e demais entidades superiores, ainda temos pessoas compromissadas em realizar festas que até a menor delas, fortalecem demais a cena. Pentagono é um grupo realmente destacado, para quem conhece, nem estranha mais o tanto de projeto com envolvimento desses caras, e eles puxam um bonde grande, pois sempre estão lado a lado com os demais que também engrandecem a cena e dão espaço para quem está começando.
    Torço pelo sucesso dos caras e por todos que dão as caras para fazer o que amam.
    UP

    janeiro 27, 2009 às 20:22

  4. Daphne

    pentágono revoluciona, maravilhoso sentir a pura musicalidade pura dos caras! Do Senhor foi mais uma música que surpreendeu valendo!!

    Jah Bless

    fevereiro 26, 2009 às 21:32

  5. Realmente, Pentagono veio com tudo com este CD, bases muito bem elaboradas e de impacto”percebe-se que recursos, criatividade e talento não foram economizados na produção das mesmas”, isso valoriza ainda mais o trabalho e revela a preocupação da galera em apresentar algo profissa ao seu publico. Letras diretas, inteligentes e num estilo de levada muito, muito louco e original, sem falar do ragga, Puts bom pra caramba, sem comentarios.

    Parabens ao P5, o H² nacional agradece.

    março 19, 2009 às 15:10

  6. LuCasemiro

    vixiii…o Cd é um arrasooo!!! procuro sempre ir aos shows deles e a cada novo me surpreendo com a versátilidade dos caras…q agora em 2009 possamos sim vivenciar mais lançamentos, mais shows, mais músicas…enfim, mais RAP!!!

    paz

    abril 17, 2009 às 15:17

  7. gabriel nunes

    ai curti pra caralhu nunca tinha escutado pentagono antes ate entaw minha namorada me fazer escutar ….e eu curti a pakas …..o som d vcs são muito da hora ……de coração mando um abraçu pra Rappa aeeeeee salve!!!!

    maio 22, 2009 às 16:55

  8. José Emanuel

    Nossa, esse Pentágono tem um grande flow, como “É o Moio” mostra bem! Desconhecia sua existência, assim como ignorava quem era esse tal de Kamau (ter o disco entre os melhores do ano para a Rolling Stone não é fácil), mas, olha só, estou tirando notas para procurar mais material dessa galera toda. Já percebi que esse site é bem bacana para ficar por dentro da cena rap brasileira. Não sei se você conhece mas tem esse http://cotonete.clix.pt/ que é um portal de rádios com tudo que há para ouvir. Vai lá e procura por rap/hip-hop brasileiro. Não vai se arrepender, eu estou sempre grudado lá!

    maio 26, 2009 às 17:46

  9. Bruna Gabriele

    Olá grupo pentagono…

    Passando aqui pra dizer que estou conhecendo o trabalho de vcis agora atraves de uma amiga Thaiz mais conhecida como Thata que me apresentou umas musicas do grupo. Só tenho a parabenizar pelo talento que esse grupo tem , estou virando fã n°1 do pentagono…

    Torço mto pelo sucesso de vocês que Deus acompanhe e Ilumine o PENTAGONO hj e sempre…

    By: Bruna Gabriele 100% Hip Hop

    outubro 20, 2009 às 22:59

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s