Blog de informações sobre hip hop, rap brasileiro e cultura de rua

Make it better?

Você pode ter assistido o clipe e achado legal, mas pode ser que esteja pensando no por quê da presença dele aqui. A resposta: volte o comercial e preste atenção no trecho por volta dos 49 segundos. Antes de comentar isso, precisamos chegar ao consenso de que esse comercial conta a história de uma garota, que por onde passa, faz as coisas “melhorarem”: ajeitando a gravata ou fazendo com que homens façam a barba, por exemplo. Mas, apagar um muro com grafite seria “fazer melhor”?

Nas escolas de comunicação aprendemos que na publicidade, às vezes nos passam algumas mensagens subliminares, ou seja, aquelas mensagens com alguma “intenção” desapercebida pela maioria. Só que por mais que estas sejam antiéticas, parecem continuar no mundo da publicidade ainda hoje. E o que essa imagem aos 49″ pode significar? 1) O muro está sujo e deve ficar limpo ou 2) É só grafite, então make it better!

O filme da campanha (que até tem uma idéia legal, no geral) leva o nome de “Contágio”, e foi criado pela agência AlmapBBDO. Mas o que fica difícil de entender é como o mundo da publicidade abraça tanto o hip hop em um momento (com b-boys dançando nos comerciais de banco, muros bombardeados expondo um logo, locutor da peça rimando sobre a marca ou um Dj fazendo scratches em uma festa) e tem tanta falta de tato no outro!?

Os grafiteiros Boleta, Miss e Guid trabalharam com a linha Carpe Diem

Boleta, Miss e Guid trabalharam com a linha Carpe Diem

Esse comercial passou na TV por um tempo e parou, mas agora a peça voltou às telas e levantou dúvida sobre seu bom gosto mais uma vez. O mais contraditório é que a mesma empresa de cosméticos lançou há um tempo atrás, uma linha de perfumes “numa festa com a abertura da exposição dos artistas grafiteiros – Guid, Miss e Boleta – que colaboraram com o projeto, numa noite de arte urbana, vjs, djs e um perfume no ar”. Isso aconteceu em 2000, e além das embalagens terem sido feitas por grafiteiros, há também um outro detalhe curioso: “o muro da empresa de cosméticos, em Curitiba, foi grafitado pelos artistas”. (Leia o texto completo aqui).

Ps.: A crítica aqui não é relativa a essa relação de trabalho com os grafiteiros, e sim a essa “bipolaridade” de tratamento. Se vão respeitar o grafite como arte, então qual o sentido do trecho citado no comercial acima?

Relembrando

Vimos há pouco tempo o “senhor prefeito de São Paulo” apagar um trabalho dOsGêmeos (os irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo), Nina (Karina Arcênio Pandolfo) e Nunca na famosa Avenida 23 de Maio, em São Paulo, alegando depois que esse foi um erro. Na revista da Folha de SP, que vem com o jornal no domingo (11/01), há uma foto com a grafiteira Nina, que fez uma outra obra com OsGêmeos naquele mesmo espaço por pedido (de desculpas) de Gilberto Kassab. A cidade precisa estar limpa, é verdade. No entanto, o grafite não é considerado há tempos uma poluição visual, e sim arte urbana.

A arte dOs Gêmeos na Av. 23 de Maio foi considerada poluição visual

A arte dOs Gêmeos na Av. 23 de Maio foi considerada poluição visual

É bem verdade também que o “erro” foi reparado, e agora o muro próximo ao Viaduto Jaceguai está repaginado. Esse novo trabalho foi inaugurado dia 21 de dezembro de 2008. O prefeito Gilberto Kassab compareceu ao evento e prometeu que casos como este não se repetirão. Foram gastos cerca de R$ 200 mil na obra e os custos foram compartilhados entre Prefeitura e Associação Comercial de São Paulo. Para OsGêmeos, isso serviu de exemplo “…para não ocorrer de novo”.

Um pouco mais

Acompanhe o texto de João Wainer, extraído do blog Tranca Rua, que fala um pouco mais do episódio dos grafites apagados:

“Depois de passar um mês na Escócia grafitando um castelo medieval construído no ano de 1200, os irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, 33, conhecidos como Osgemeos e Karina Arcênio, Pandolfo, 30, a Nina, desembarcaram em São Paulo no sábado a tarde e sofreram um choque de realidade. A prefeitura da cidade que durante toda a vida foi para eles uma enorme tela em branco, onde desenvolveram o estilo que os levou para as principais galerias de arte de cidades como Nova York, Tóquio, Atenas, Paris, Milão, Berlin e Londres, hoje pinta de cinza sistematicamente os muros públicos grafitados pela dupla.”..continue lendo no Tranca Rua.

Leia também o texto de Sérgio Leopoldo Rodrigues, do Diário do Comércio com a manchete: “O prefeito Kassab e o presidente da ACSP, Alencar Burti, começam a limpar a cidade dos pichadores com a arte dos grafiteiros.”

Luisa Brito/G1)

Os grafiteiros Finok, Nunca e Nina (em pé da esq. para dir.) e Otávio, Zefix e Gustavo pintaram o mural durante 2 semanas (Foto: Luísa Brito/G1)

Você que assistiu o clipe do Boticário, achou que a situação poderia ser diferente na peça publicitária? E sobre o grafite, mesmo com exemplos como OsGêmeos, ainda é marginalizado? Comente!

*Agradecimentos ao grafiteiro Gejo.

Anúncios

3 Respostas

  1. Gusta

    Ótimo post. Ótimo texto. Ótimas referências.
    Parabéns pelo blog… visita obrigatória e diária.
    Abraços

    janeiro 14, 2009 às 19:46

  2. Se fosse chocante só o trecho com o grafite, nesse clipe…
    Achei a sequência inteira uma péssima representação da “beleza”: deixar tudo direitinho, limpar o muro, limpar o cachorro, jogar no lixo, fazer a barba, cortar a grama, não deixar nada sair do quadro, fazer com que tudo seja alinhado e liso…
    Afinal, não é tanto uma imagem da “beleza” que está veiculada aí mas, como você disse falando de mensagens subliminares, um certo ideal social que não deixa nenhum lugar para a espontaneidade nem para a imaginação – conceitos que a arte do grafite sim abrange.
    Liberdade!

    janeiro 20, 2009 às 15:23

  3. tOma kassab aroOmbadooooooooo !

    abril 13, 2010 às 17:42

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s